quarta-feira, 17 de novembro de 2010

SEMPRE FIRMES E CONSTANTES

“Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.” (I Coríntios 15.58)
É interessante pensar como nos sentimos cansados e desmotivados em nosso ambiente de trabalho, claro que não constantemente, mas às vezes é normal nos sentirmos assim. Vários são os motivos para esses sentimentos aparecerem; falta de dinheiro, viagem desgastante para o trabalho, falta de reconhecimento da parte da chefia, enfim, alguns fatores contribuem para que nos sintamos fatigados.
Mas o texto acima, extraído da primeira carta aos coríntios nos dá uma garantia acerca do nosso serviço na obra de Deus: “sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.”. Quem mais poderia nos garantir algo melhor do que o próprio Deus? Ninguém!
Hoje eu li um trecho de uma matéria no site Chamada.com.br, que dizia o seguinte: “A vida e os passos de um cristão renascido se assemelham à caminhada sobre uma corda bamba. Um filho de Deus não deve pender nem para a direita nem para a esquerda, mas cuidar para manter sempre o equilíbrio.”. Isso me chamou à atenção para o texto de I Coríntios 15.58. Devemos procurar ser mais firmes, convictos e constantes em nossa caminhada, e trago isso para a minha própria vida também. A figura da corda bamba fazendo referência à nossa caminhada é muito boa, pois a corda bamba nos leva a buscarmos o equilíbrio, a fim de passarmos por ela, e assim deve ser o caminho que trilhamos. Devemos buscar o equilíbrio, para que não nos desviemos nem para a direita nem para a esquerda, e sigamos constantes pelo caminho que o Senhor nos tem proposto. Mas de que maneira podemos buscar o equilíbrio para nossas vidas? Lembre-se do que Deus disse a Josué: “Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito[...]” (Josué 1.8a).
Outro ponto importante do texto de é a questão da abundância na obra do Senhor, e isso me faz lembrar das palavras do Senhor Jesus, quando Ele diz: “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça [...]”. A abundância na obra do Senhor se refere a entrega que fazemos de nossas vidas, como ferramentas, para Deus operar Suas maravilhas. O termo abundantetransbordando, e é assim que devemos procurar estar, transbordando na obra do Senhor, por mais que venham as dificuldades e perseguições, Ele é a razão do nosso serviço, e Ele nos diz que o nosso serviço não é vão. Não estamos trabalhando para ganhar mais dinheiro, nem para ganhar uma promoção, não trabalhamos por comissões, mas temos que ter em mente de que o nosso trabalho é para o SENHOR, e Ele é o motivo do nosso serviço, é nEle que esperamos. O nosso serviço deve honrar e glorificar o nome do Senhor entre os povos, e fazê-los saber que existe um Deus Soberano, que se preocupa com o homem, e que quer que todos alcancem a Verdade Libertadora, que é Jesus Cristo, o motivo do nosso trabalho. me dá a idéia de algo

Que Jesus nos abençoe. Amém!