sábado, 25 de dezembro de 2010

O MUNDO ESQUECEU DO ANIVERSARIANTE

"Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz." (Isaías 9.6)

Estava vendo, agora há pouco, um programa de tv que falava sobre o natal nos diferentes pontos do país e no mundo. Fiquei extremamente triste ao ver a reportagem, ainda mais em se tratando de uma reportagem produzida por uma emissora dita "cristã".
Em momento algum da reportagem (que durou de 10 a 15 minutos) foi pronunciado o nome do aniversariante, Jesus. A reportagem cuidou em mostrar tudo sobre as imponentes árvores e vitrines de Nova Yorque, histórias de papai Noel, decorações, etc; mas o principal, o ponto central do natal não foi abordado, nem mesmo por um minuto durante a reportagem.
Isso me leva a pensar sobre a visão que a sociedade vem desenvolvendo há algum tempo. Como o homem tem se esvaziado de Deus, e como as coisas perdem o sentido facilmente para nós. O ocidente conseguiu "reduzir" o natal a uma simples festa de consumo desenfreado, onde a personagem principal, chamada de "Bom Velhinho", é um símbolo do egoísmo humano, "trazendo" presentes para as pessoas, alimentando a fome de recebimento, enquanto esvaziamo-nos do voluntarianismo, deixando de ajudar a quem não tem nem o que comer, não só na noite de natal, mas em todas as outras noites do ano.
A cada ano que passa as pessoas vão se esquecendo cada vez mais do aniversariante dessa data, e se esquecem que quem deve receber os "presentes" é Ele, Jesus.
Somos tão envolvidos por esse cenário criado para o natal que muitas vezes fazemos coisas sem perceber o motivo ou a finalidade. Ficamos impulsionados a comprar os presentes e recebê-los também. Muitos se envolvem em dívidas gigantes para poderem comprar, comprar e comprar. O comércio acabou tirando proveito de uma data tão nobre para lucrar mais e mais.
Nisso tudo acabamos perdendo o sentido. Não é isso que o Natal representa, e chamo de Natal com "N" maiúsculo o verdadeiro Natal. O Natal representa o nascimento da esperança, do amor, da salvação. Representa também a morte, mas a morte do pecado, da opressão e do sofrimento. O Natal não é a data 25 de dezembro, pois certamente Jesus não nasceu nesta data, mas representa a chegada daquEle que veio para nos salvar e nos resgatar das trevas, Jesus Cristo, o Filho de Deus!
No Natal não devemos pensar em ganhar, pois o que poderíamos ganhar de mais precioso já nos foi dado há mais de 2000 anos atrás, o sangue de Jesus, derramado na cruz para a remissão dos nossos pecados. Portanto, no Natal devemos dar a Ele, e somente a Ele toda a Honra, Glória e Louvor, pois só Ele é digno de recebe-los.
"Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém." (Romanos 11.36)
Um Feliz Natal para todos aqueles que compreenderam ou compreendem o verdadeiro sentido do Natal. Mas aqueles que ainda não compreenderam, não adianta desejar um Feliz Natal, com "N" maiúsculo; portanto, um feliz natal, com "n" minúsculo, para os que ainda não compreenderam o mistério dessa comemoração. Espero, e isso acontecerá, que todos cheguem ao pleno conhecimento da verdade, que está em Cristo, Jesus.

Fiquem todos na Paz de Jesus, e que Deus a todos abençoe. Amém!