sexta-feira, 14 de outubro de 2011

SENDO RELEVANTE AO SEU TEMPO

"Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês. Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." (Romanos 12.1,2)

O texto acima, de Romanos, é muito rico em seu significado, tanto que sempre que eu leio recebo algo novo da parte dele.
Pensando nesta tarde sobre algumas questões da vida ,novamente ele me veio à mente, e eu resolvi escrever sobre a relevância de nossa vida para o nosso tempo.

Ao criar o homem, Deus designou tarefas a ele, tarefas estas referentes à terra, de maneira que o homem pudesse ser relevante para o bom desenvolvimento de sua morada. Deus sempre [desde a eternidade] nutriu planos relevantes para o homem, porém, ao pecar contra o Senhor, o homem passou a buscar os seus próprios planos, se afastando [de forma rebelada] dos sonhos e planos de Deus para a sua vida. Quem, melhor do que o Criador, para planejar coisas relevantes à criação?
Desde então o ser humano busca alcançar "desenvoltura" a partir de sua própria força, intelecto, moral e justiça, mas ao olharmos para os lados podemos, facilmente, constatar que todo esse esforço próprio não tem surtido o efeito desejado [de um sistema perfeito].
Nos últimos dias eu li uma reportagem sobre um menino de 11 anos que se prepara para realizar uma cirurgia para "mudança" de sexo. Ele é tutoriado por duas lésbicas e vive na Califórnia, e desde os 8 anos de idade ele recebe tratamento com hormônios para a futura "mudança". Outro dia eu li sobre os centros para dependentes químicos, presentes na Holanda, chamados de "Inside"; onde as pessoas chegam, recebem a droga gratuitamente e podem se drogar com acompanhamento médico, para terem "total segurança".
Essas coisas têm acontecido todos os dias pelo mundo, e o que chega ao nosso conhecimento é somente uma pequena parte do que realmente tem rodado por aí. Beira à loucura pensar que uma criança esteja em tratamento para "mudar" o sexo! Me deixa estarrecido saber que pessoas têm acompanhamento médico para que possam se drogar "em segurança", num país regado pelo liberalismo, onde [quase] tudo é permitido a nível de imoralidade, promiscuidade, e por aí vai.
Isso não está longe de nossa realidade aqui no Brasil, onde grupos de homossexuais se revezam em relações dentro de banheiros de um shopping center na zona norte do Rio, regiões são destinadas à exploração da prostituição, e por aí vai.
Olhando para o texto bíblico, eu entendo exatamente o que o apóstolo Paulo quis dizer com "não se amoldem ao padrão deste mundo", pois é altamente destrutivo viver conforme o que o mundo prega! A liberdade pregada pelo mundo como "ideal" é na verdade uma prisão sem paredes, onde você é levado a um nível de edonismo absurdo, e as pessoas não conhecem o limite de parar. Mais drogas, mais festas, mais bebida, mais cigarro, mais sexo, mais corrupção, mais desejo, mais, mais e mais "liberdade"!! Onde isso vai parar? Onde está a relevância do mundo para a vida do homem? Em lugar algum!
Quando sou convidado a me oferecer em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, sou justamente colocado em oposição ao mundo, pois não é possível ser amigo dos deleites mundanos e querer andar ao lado de um Deus Santo. Ou serviremos a um ou a outro. 
Eu me sinto desafiado a olhar para os lados e dizer não para o que me oferecem. Não! Para a corrupção. Não! Para a promiscuidade sexual e prostituição. Não! Para as drogas (alcoolismo, maconha, crack, etc). Não! Para as leis que apontam homossexuais como classe privilegiada em detrimento dos heterossexuais. Não! Para o adultério e destruição dos lares [ainda que as novelas "globais" apontem isso como normal]. Não! Para a inversão dos valores bíblicos pelos mundanos.
Eu sou desafiado a levar minha mente cativa à de Cristo, e buscar viver segundo os padrões que o Filho de Deus ensinou, admitindo que eu faço parte da raça humana, e sou suscetível às mesmas quedas do mundo, e por isso os meus padrões não servem para me orientarem, assim como não serviram ao primeiro casal criado, e nunca serviram, durante toda a história da humanidade.
A cada dia eu chego à conclusão de que o mundo sem Jesus está sujeito à degradação total. Não há volta, não há limites para as maldades geradas pelo homem caído. Eu faço parte de uma raça [humana] caída, mas decidi não permanecer caído! Reconheço que somente Cristo tem a chave das algemas desta prisão chamada "pecado", que tanto me afasta do meu Criador.
Precisamos ser relevantes ao nosso tempo, assim como a Palavra nos orienta: "mas transformem-se pela renovação da sua mente". A renovação da minha mente não surge de uma busca interior [como muitas religiões pregam], mas de uma busca na fonte eterna de toda a bondade e santidade: Jesus Cristo! Ao me aproximar dEle, da maneira como Ele quer [e não como eu quero, pois Ele é o padrão e não eu], passo a viver em conformidade com o que Deus espera, e posso desfrutar da boa, agradável e perfeita vontade dEle. Dessa forma meus queridos, sendo conhecedores dos mistérios de Deus, e não buscando conhecer os mistérios do mundo, seremos pessoas realmente relevantes para o nosso tempo, pois um homem e uma mulher cheios de Deus valem mais que mil homens desprovidos dEle.
Simão Pedro lhe respondeu: "Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras de vida eterna. (João 6.68)
Que o Senhor nos ajude a conhece-lo mais e mais! Amém!