quinta-feira, 17 de maio de 2012

IDENTIDADE CRISTÃ: OVELHAS NAS MÃOS DE DEUS

Porque ele é o nosso Deus, e nós povo do seu pasto e ovelhas da sua mão.[...] Salmos 95:7

Na última oportunidade que recebi para levar uma mensagem em nossa igreja (PIB Jardim Novo - Realengo/RJ), eu falei sobre a identidade cristã, e algumas dificuldades que temos para nos mantermos nos trilhos da fé.
Vários são os motivos que podem nos levar a uma crise de identidade, onde somos confrontados com o que somos e com o que devemos ser. A Bíblia nos dá uma diretriz do que somos e do que devemos ser diante de Deus e diante do mundo, mas muitas vezes o cristão se vê vacilante em sua caminhada de fé, e alguns conflitos surgem para nos fazer chegar a um amadurecimento de nossa identidade.

No texto bíblico de Salmo 95.7 o pastor de ovelhas Davi é levado pelo Espírito Santo a uma visão de quem ele era diante do Sumo Pastor, o Senhor Deus. 
Imagino que Davi, nos momentos de solidão que sua profissão lhe proporcionava, onde vagava com o rebanho de seu pai pelos vales, campinas e pedregais, se viu muitas vezes fragilizado, assim como as ovelhas, e sentia, com todas as suas forças, o pastoreio de Deus em sua vida.
Davi entendia a sua posição: ovelha da mão do Senhor!
Ovelhas são frágeis, ovelhas necessitam de cuidados específicos, ovelhas são indefesas, e muitas vezes ovelhas se perdem do rebanho, seguem para fora da zona de pastagem.
Eu sou uma ovelha, você é uma ovelha, todos nós somos ovelhas das mãos de Deus, e assim como as ovelhas de Davi, nós passamos por momentos em que nos perdemos, ou momentos de fuga, para longe dos pastos de Deus. Nessa hora é necessário regressar, pois deixamos de estar onde devemos estar, e por conseguinte, começamos a deixar de ser o que devemos ser.
Como uma ovelha, o cristão não foi feito para viver longe do rebanho, muito menos longe do Pastor desse rebanho, a saber, o próprio Deus. E por isso mesmo o próprio Deus nos diz, continuando o verso 7 e início do verso 8: Se hoje ouvirdes a Sua voz, não endureçais os vossos corações. Essa palavra vem como um alerta para cada um de nós, cristãos, pois todos estamos na mesma condição: somos ovelhas de Sua mão.
Davi, embora fosse um grande homem de Deus, experimentado nas relações com o Senhor, se viu em momentos de fuga, momentos em que deixou de ser ovelha para querer ser soberano. Davi se envolveu com a mulher de um de seus soldados, achou que como rei poderia fazer o que fez. Ele enviou seu soldado à morte para que tomasse para si a mulher de Urias. Davi perdeu a noção de quem ele era e quis ser mais do que lhe estava proposto ser. Davi, por um momento de sua vida, deixou de ouvir a voz do Pastor, endureceu o seu coração, e ouviu a voz do pecador que habitava dentro de si.
Quando não ouvimos a Deus ouvimos ao pecado. Quando não nos sujeitamos a Deus, nos sujeitamos aos desejos carnais de nossa mente.
Irmãos a Bíblia não reserva títulos pomposos aos filhos de Deus, antes, como é dito pela Palavra, somos chamados de ovelhas, servos e amigos de Deus. Todos esses são títulos humildes, voltados exatamente para os vasos de barro que somos, mas que guardam em si mesmos insondáveis riquezas de intimidade com o Senhor.
Como é bom ser uma simples ovelha nas mãos de Deus, totalmente dependente do Supremo Pastor, totalmente revestida pelos cuidados do Senhor Jesus.
É para isso que fomos chamados segundo a Sua graça, é isso que somos, e é isso que devemos ser sempre.

Fique na Paz do Senhor meu irmão.